QUAL O NOSSO LIMITE?? E COM DEUS TEMOS LIMITE?!? IS 59:10‏




"Apalpamos as paredes como cegos, e como os que não têm olhos andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como nas trevas, e nos lugares escuros como mortos." IS 59:10

Apalpamos as paredes como cegos; sim, como os que não tem olhos andamos apalpando: As paredes são os limites, o homem vai vivendo em função de seus ideais, ora um objetivo, ora outro, ora uma idéia, ora outra, o homem está sempre esbarrando em seus limites.
Tropeçamos ao meio dia, como nas trevas: O meio dia é o período em que o sol está mais quente, o horário da fome, do desfalecimento, é o período em que o homem mais sente sua fragilidade, diante de seus limites. É o período em que o homem que não tem o Senhor, mais sente a densidade das trevas, enquanto o servo mais sente a presença de Jesus, o sol da justiça.
Nos lugares escuros somos como mortos: No mundo não há a luz que é o Senhor Jesus, por isso, no mundo o homem está morto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

João 3:16

História do Dia Internacional da Mulher